Facebook 2018 – As Mudanças Afetam Sua Marca?

Como já falamos anteriormente aqui no blog da Enken, o ano começou com uma série de anúncios feitos pelo Facebook que deixaram usuários, anunciantes e veículos apreensivos.

Uma reação bombástica foi a do jornal Folha de S. Paulo, periódico brasileiro com maior número de seguidores na rede social, que decidiu encerrar as publicações do seu perfil.

Mas o que de fato mudou? O que essas alterações realmente interferem para quem utiliza o Facebook como veículo de mídia?

Facebook – O que Mudou?

Bom, vamos começar enumerando as principais mudanças anunciadas pelo Facebook.

A principal delas, e a que gerou maior polêmica, muito por causa da falta de compreensão de como a mecânica da rede social funciona, foi a alteração no algoritmo.

Como o próprio Zuckerberg explicou em um post no dia 11 de janeiro, o Facebook passaria a priorizar conteúdo publicado por amigos em detrimento dos posts publicados por páginas de marcas e empresas.

Isso significa que os seguidores da página da minha marca não verão mais minhas publicações? Não é bem assim, se usuários comuns compartilharem seu conteúdo, ele chegará à newsfeed de outros usuários.  Além disso, posts impulsionados, patrocinados, anúncios, continuarão a ser exibidos para os usuários.

E apesar da alteração, o Facebook mantém a opção de que cada pessoa escolha de quais amigos ou páginas ela quer receber atualizações na sua newsfeed.

Mas isso não é novo. Vem ocorrendo desde 2013. De lá para cá, o alcance orgânico das publicações de fan pages vem caindo progressivamente. Então, esse anúncio feito por Zuckerberg não pegou de surpresa os profissionais de marketing que trabalham com o Facebook diariamente.

Há mais de 5 anos, quem deseja obter resultados significativos dentro da plataforma necessita investir em Ads. E o ROI do Facebook, dependendo dos objetivos da sua empresa, é muito melhor do que o obtido com campanhas em outros veículos, especialmente em comparação com mídia offline.

Mas as mudanças anunciadas pelo Facebook não pararam na alteração do algoritmo, as principais foram:

 

  • Mudanças nas métricas de anúncios, com o intuito de oferecer dados mais claros sobre os resultados obtidos pelos posts pagos;

 

  • Fim do teste com o “Explore Feed”, que seria um meio de separar os posts de marcas das publicações de amigos;

 

  • Lançamento do Marketplace no Brasil, plataforma de venda direta, ainda apenas para pessoas físicas;

 

  • Alterações anunciadas também no Facebook Insights, com melhorias na mensuração do alcance das publicações;

 

  • Gerenciador de Anúncios e o Power Editor foram unificados após testes em alguns países;

 

  • Também dentro do Gerenciador de Anúncios, agora é possível acessar as notas fiscais dos ads;

 

  • Testes vêm sendo feitos com um recurso de “recompensas” dentro dos anúncios de Ofertas;

 

  • Posts com áudio (gravações de voz) também estão sendo testados;

 

  • Foi disponibilizada a possibilidade de posts com imagens em 3D;

 

  • O Facebook Jobs, a rede social profissional de Zuckerberg, vai ser lançada em 40 países, incluindo o Brasil;

 

  • Estão sendo feitos testes com formulários para denúncia de fake news;

 

  • Mudanças na tecnologia de reconhecimento facial e opção para que o usuário a ative ou não.

 

Portanto, os anúncios feitos pelo Facebook não são um bicho de sete cabeças; pelo contrário, muitas das mudanças servem para melhorar a entrega de resultados e métricas, além de oferecer novas possibilidades a anunciantes.

Conte com a Enken, que tem o digital em seu DNA, em sua origem,  e oferece as melhores soluções, de acordo com as necessidades de cada cliente.

Quer saber alguns exemplos do que podemos oferecer à sua marca, à sua empresa? Leia neste texto.

Agência Enken: Novas ideias por um novo mundo.

Conheça cases da Enken.

 

Crédito da Foto: portalgda on Visual hunt / CC BY-NC-SA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: