As marcas mais “verdes” do mundo

A Interbrand, autora do relatório anual de Melhores Marcas Internacionais, divulgou seu estudo de Melhores Marcas Verdes Internacionais de 2012. Toyota (#1), Johnson & Johnson (#2), e Honda (#3) lideram a classificação com Danone (#9), Ford (#15), Starbucks (#36) e UPS (#43) representando os maiores do ano.

 

No relatório deste ano, as marcas automotivas e tecnológicas dominam a classificação. A Toyota permanece em primeiro lugar, continuando a considerar a sustentabilidade ambiental como uma prioridade do núcleo de gestão. O modelo original Prius – o primeiro modelo para a imagem verde da Toyota – recentemente se expandiu para abranger uma família inteira de automóveis sustentáveis, incluindo o primeiro modelo “plug-in” (híbrido elétrico) da companhia. Este ano, a Toyota também atingiu seu status de quase nenhum aterro em suas fábricas da América do Norte e continua com seu compromisso de construir edifícios e concessionárias com certificação LEED (edifícios sustentáveis).

A indústria como um todo lançou uma linha de veículos de alto perfil com combustível alternativo – de modelos elétricos a híbridos — e mesmo alguns com motores de combustão interna. Oito marcas automotivas aparecem este ano na classificação de Melhores Marcas Verdes Internacionais, com quatro marcas entre as 10 maiores: Toyota (#1), Honda (#3), Volkswagen (#4), BMW (#10), Ford (#15), Mercedes-Benz (#16), Hyundai (#17), e Nissan (#21). No total, o investimento nas marcas automotivas no desenvolvimento e comercialização de veículos com combustível alternativo e autossuficientes está dando resultados – tanto em termos de desempenho como de percepção.

Enquanto a tecnologia continua a representar um papel importante na vida dos consumidores, as marcas líderes de tecnologia estão encabeçando esforços para reduzir seu impacto ambiental.  A Panasonic galgou 4 pontos para #6 na classificação de Melhores Marcas Verdes Internacionais este ano.  Para demonstrar sua liderança e sua abrangente tecnologia verde – variando de produtos eletrônicos para o consumidor a gerenciamento de sistemas de energia – a companhia anunciou recentemente a conversão de uma fábrica em Fujisawa, perto de Tóquio, em uma “Cidade de Sustentabilidade Inteligente” programada para entrar em operação em 2014.

Novos Participantes: Nissan, H&M e UBS

A Nissan (#21), fabricante de veículos Japoneses, apareceu este ano no relatório de Melhores Marcas Verdes Internacionais pela primeira vez.  A Nissan tomou medidas ambiciosas para reduzir suas marcas de carbono no mundo com um novo plano de ação ambiental de seis anos chamado Programa Verde Nissan. Desde o desenvolvimento de um novo carregador rápido “fácil de instalar” para veículos elétricos até programas piloto com o objetivo de tornar as cidades prontas para o veículo elétrico.

A H&M (#46), empresa sueca varejista de vestuário, chegou às manchetes este ano e impactou a percepção do consumidor com o lançamento da “Coleção Consciente” eco-amigável, uma linha de vestuário fabricada com materiais sustentáveis. A marca também viu uma melhora sólida de desempenho; a intensidade de emissões de carbono caiu e a companhia aumentou seu compromisso com os acionistas-chave, ao mesmo tempo fornecendo informações totais sobre suas atividades e impactos ambientais.

A UBS (#50) teve um dos maiores desempenhos da indústria financeira. Apesar de surgir como a maior apoiadora financeira da mineração de carvão no topo das montanhas nos Estados Unidos, a marca percebeu um pequeno aumento em sua pontuação de desempenho, particularmente em sua classificação de operações e entrou para a lista pela primeira vez.

Maiores em Crescimento: Danone, Ford, Starbucks e UPS

A Danone (#9) melhorou sua posição por permanecer fortemente comprometida com a redução de sua emissão de carbono de 30% no final de 2012. Já havia alcançado um nível de -27,5%.  A Ford (#15), também, destacou-se como a história de sucesso das Melhores Marcas Verdes Internacionais de 2012. Este ano, a marca mostrou uma melhora significativa em seu desempenho ambiental tanto em suas operações, emissões, recursos industriais, etc., como em sua abordagem para um compromisso transparente de divulgação de suas atividades e seu impacto ambiental. A Starbucks (#36) e a UPS (#43) foram as que mais melhoraram sua pontuação na classificação total do relatório deste ano, ambas subindo cinco pontos desde sua posição no relatório de Melhores Marcas Verdes Internacionais de 2011.

Os Estados Unidos, a Alemanha e o Japão lideram em termos de fabricação e gestão de marcas verdes

As 50 Melhores Marcas Verdes Internacionais incluem 22 marcas fabricadas e gerenciadas nos Estados Unidos. A marca americana líder é a Johnson & Johnson (#2), seguida pela Hewlett-Packard (#5), a Dell (#7), a Cisco (#11), e a 3M (#12). Devido seu domínio liderança no campo das marcas automotivas e tecnológicas, o Japão e a Alemanha seguem os Estados Unidos. Cada um desses países produz 7 das 50 Melhores Marcas Verdes Internacionais.

Avaliação de Desempenho

A Deloitte examina o desempenho de cada marca em termos de sustentabilidade/iniciativas ambientais como um dado para a metodologia de pontuação geral da Interbrand. Para o propósito do relatório anual de Melhores Marcas Verdes Internacionais, a Deloitte desenvolveu uma metodologia de desenvolvimento ambiental corporativo baseado nos dados disponíveis ao público de tais fontes como os relatórios de Responsabilidade Social/Sustentabilidade Corporativa, Respostas ao Projeto de Divulgação de Emissão de Carbono. Relatórios Anuais, Preenchimento do relatório 10-k (relatório exigido pelo SEC nos Estados Unidos), Páginas de Internet das Companhias, e o banco de dadosASSET4 (da Thomson Reuters para uso em análises e comparações das médias das indústrias). A pontuação de Desempenho Verde da marca é composta de 82 métricas sob as quais as marcas são avaliadas. A métrica avalia a abertura das companhias e o desempenho ambiental através de “pilares”: Gerenciamento, Operações, Transporte e Logística, Compromisso com os Acionistas e Cadeia de Suprimento. Tais dados são então computados na metodologia de classificação geral da Interbrand.

Para saber mais sobre o relatório de Melhores Marcas Verdes 2012, clique aqui.

Fonte: AdNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: