Festa de abertura exposição Sigma Polke, no MASP

 

Essa é pra quem curte arte, música e cinema: hoje vai rolar a Voodoohop Kino e festa de abertura exposição Sigmar Polke – Realismo capitalista e outras histórias ilustradas, no MASP.

Às 22h, vai haver a projeção do filme Pink Flamingos. Depois, tocam os DJs Voodoohop.

A entrada custa R$ 10. Vale somente com nome na lista: http://voodoohop.com/sharer.php?eventid=132. Quem chegar de bicicleta não paga.

Sobre Pink Flamigos: Pink Flamingos é um longa-metragem americano de baixo orçamento, escrito e dirigido por John Waters, lançado em 1972 no circuito underground, onde alcançou notável sucesso e tornou-se ícone do cinema bizarro. O filme conta a trajetória da drag-queen Divine e sua família na competição contra o casal Connie e Raymond Marble pelo título de “pessoas mais sórdidas do mundo”, insensatamente almejado.

Sobre Sigmar Polke: Considerado uma das mais significativas forças criativas da Europa no pós-Guerra. Em 1963 ganha visibilidade ao organizar, junto dos colegas de classe Gerhard Ritcher e Konrad Fischer (então Konrad Lueg), a performance e depois movimento Realismo Capitalista, assim batizado para satirizar o Realismo Socialista, doutrina estética e artística oficial da União Soviética, bem como criticar a doutrina da arte guiada pelo consumo no capitalismo ocidental. Nos anos 70 sua obra concentra-se principalmente na produção e manipulação fotográfica, em meio a suas inúmeras viagens pelo mundo. Nos 80, experimenta diferentes tipos de tintas, compostos químicos e solventes e em 86 leva o Leão de Ouro na Bienal de Veneza pela instalação Athanor, com uma tinta por ele desenvolvida à base de pigmentos que reagiam à luz e umidade do local, mudando de cor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: